quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

A QUEM INTERESSAR POSSA (Manifesto Práspero)


A quem interessar possa, talvez possa interessar alguém. Despertar áspero de prosperidade que expira. Não tenho fé no futuro que se fundamenta fúnebre. Não posso mais me relacionar com quem não quer se relacionar comigo, a não ser que eu esteja sendo pago. Garoto propaganda, garoto de programa. Quando eu não pago nada o outro também não tem obrigação de prestar satisfação a mim. Insatisfeito, só fico com hipocrisia e bipolaridade e falta de comunicação. Mundo social. Falsidade. Duplo sentido. Teclado. O que tem na geladeira também é seu, está vendo alguma etiqueta com meu nome? Depressão pós-ano. Não me cumprimente na próxima translação, não ligue, nem ligue ninguém, pois ninguém liga mesmo. Pescador use a rede, a linha telefônica estará em manutenção. Embriagar-me-ei não sei onde até ser esquecido por mim mesmo. Fuga anunciada, esconderijo indeterminado. Decisão de última hora... De quinta a domingo eu escapo do mundo fechado e fecho meu mundo para balanço de déficit. Não quero entrevistas nem interrogatórios. A virada do ano é a virada do crânio, é o entupimento da aorta e a desobstrução das vias lacrimais. Diga à Coragem que a amo!

domingo, 25 de dezembro de 2011

Seis cordas e um sonho!


Valeu, Edu! É isso mesmo!

sábado, 24 de dezembro de 2011

COLOCANDO O CHAPÉU


Quem lembra que antes de eu fazer minha singela participação no Tributo a Cássia Eller eu falei sobre a consideração que tenho pela família Eller por ter me acolhido como um membro de tal família, a ponto de ter me presenteado com um chapéu da Cássia, que a ela foi ofertado pelo Tom Jobim? Lembram? Foi minha fala introdutória. Enfim... Simplesmente por me amarem e acharem que aquele chapéu combinaria comigo "desfizeram-se" de um objeto que faz parte do relicário de tão bonita História. A minha amiga Rúbia (irmã da Cássia Eller) estava exatamente na frente do palco na hora desse meu discurso e baixou a cabeça emocionada sinalizando positivamente, estávamos todos emocionados, muito lindo. Também amo vocês, Carol Eller, Camila Eller e Rúbia Eller!
Bom, falei sobre o chapéu e disse que ninguém nunca tinha me visto usando, lógico, porque não sairia por aí exibindo à toa tamanha raridade, mas prometi, para todos presentes no evento, que postaria uma foto usando-o, aí vai!
Fala se a família Eller não acertou que combinaria comigo!

TRIBUTO CÁSSIA ELLER (minha singela participação)

TRIBUTO CÁSSIA ELLER (passagem de som)

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

SALDO POSITIVO


Acordando com uma sensação muito boa de ter feito um puta som com uma equipe de responsa! Obrigado Fernando Nunes, Carol Eller, Camila Eller, Rúbia Eller, Francisco Ribeiro Eller, Lanlan, Walter Villaça, João Viana!!!! Espero que na volta tenha sido tudo certo, eu voltei pra casa, estava cansadão! Ainda tomei umas cervas, como de praxe, pra manter e ir dormir com a boa vibração que me imperava! Valeuuuuu!!!!!

sábado, 17 de dezembro de 2011

TRANSIÇÃO OCEÂNICA


encontrar o amor
no erudito ou no popular
no dito erupção
se não, pode pular

pra ganhar um colete preciso avisar?
acho que vou me afogar

domingo, 11 de dezembro de 2011

CRIAÇÃO DO KAPPO

REQUISIÇÃO


Jogo aberto
Aonde você quer ir?
Não sei
Você me chamou
Leve-me aonde quiser
Mas eu quero que você diga
Toda vez eu quem digo
Se das últimas (?) vezes eu disse
Não
Fui eu

Você sempre disse
Não cobre
Assimilei
Decidi opinar a meu favor
Seu?
Menina... Menino...
Mostre não
A beleza é sua
Se recebeu ou não
Eu fui

Quem mandou?
Quem perguntou?
Quem foi?

domingo, 27 de novembro de 2011

O QUE VOCÊ QUER SER?


Pingo certa vez foi questionado
Por um grande amigo seu
Que estava numa falta de perspectiva
Num momento ébrio
Emocionado
De reflexão
Sem saber o que almejava
Pois, na verdade, almejava tudo
E tudo se apresentava nada

“O que você quer ser?”
Pingo respondeu:
Quero ser famoso!
E seu grande amigo refletiu:
“Se fosse outrem acharia que era papo de Big Brother
Mas como é você, sei que a fama é reconhecimento
Necessária à sua projeção”

terça-feira, 22 de novembro de 2011

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

AINDA BEM...

...pois se eu tivesse que levar minha casa pra pintar eu iria querer um belo de um desconto! rsrsrs

terça-feira, 1 de novembro de 2011

LEITURA VISUAL DE MACEIÓ


Se liga na trilha desse vídeo feito por Yrlan, tatuador na cidade de Maceió.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Torcedora do Sport, mais velha que o próprio clube


Torcedora centenária do Sport se emociona ao 'reaver' camisa do clube. Após ter o uniforme furtado em casa, dona Maria, de 106 anos, recebe um novo das mãos dos jogadores do Leão, na Ilha do Retiro.

http://sportv.globo.com/site/programas/fora-do-eixo/noticia/2011/09/torcedora-centenaria-do-sport-se-emociona-ao-reaver-camisa-do-clube.html

Paixão pelo futebol não tem idade: Dona Maria, 106 anos, é a torcedora mais velha do Sport. Apesar da paixão pelo time rubro-negro, a torcedora centenária, que nasceu em 5 de maio de 1905, oito dias antes da fundação do clube pernambucano, está triste. No entanto, não é com o time que se encontra na Série B do Brasileirão, e sim por outro motivo: a torcedora teve sua camisa furtada no quintal de casa (assista ao vídeo clicando no link acima). Então, a equipe do "Fora do Eixo" entrou em cena e fez um convite para dona Maria: conhecer a Ilha do Retiro, estádio do Sport, os jogadores do time de coração e receber uma nova camisa do Leão.

- A minha camisa roubaram no arame. Lavei ela e botei ali (apontou para o varal de roupa). Quando eu fui olhar o arroz que estava queimando, quando voltei, não encontrei a camisa - disse.

Ao chegar ao clube, dona Maria ficou emocionada quando se deparou com o escudo do time, na entrada da Ilha do Retiro. Com dificuldade para enxergar, por conta de uma catarata no olho direito, mesmo assim, ela observou tudo, todos os detalhes, no entanto, sentiu falta de alguma coisa.

- Cadê os jogadores? – perguntou pelos atletas, que estavam treinando em outro lugar.

Camisa e emoção no encontro com os jogadores do Sport

Porém, em seguida, dona Maria teve uma surpresa. Encontrou os jogadores depois do treino e bateu um papo com o meia Marcelinho Paraíba e com o goleiro Magrão, que entregou uma camisa do Sport para a torcedora centenária. Emocionada, ela agradeceu aos atletas e chorou, beijando o escudo do Sport.

Com a camisa nova em mãos, dona Maria aproveitou e mandou um recado aos engraçadinhos que roubaram sua camisa na corda de roupa.

- Se tentarem de novo, eu meto o pau – disse a torcedora ao lado goleiro Magrão.

Agora, dona Maria promete guardar com mais cuidado a camisa, para não perder novamente.

*Texto extraído do site http://sportv.globo.com/site/

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

PRENDA


prenda minha atenção
compreenda minha tensão
há um desejo e um T imenso
gigantesco, de tenso
um receio que se funde a uma vontade
a de ficar à vontade
tal sentimento invade
com tamanha força de vontade
e de modo covarde
que arde
deixando-me sem defesa
vulnerável, como uma presa
presa à armadilha
sem saída
caça proibida
proibido é mais perigoso
então me envolvo de modo absoluto
n'o ritmo dissoluto
que te faz dançar
goma de mascar
passarinho, encanto
dança pra mim? eu canto
você gosta de dançar?
eu adoro te ver dançar
dança pra mim? em um canto
sua prenda, portanto...
entre quatro paredes firmes
eu, você, um filme
pretexto, é simples
entre quatro paredes, um filme
eu, você, firmes
firmes corpo a corpo, não só no pensamento
só de pensar fico louco, já não tão tenso
tal sentimento me fez ficar suspenso
um pouco ansioso, só aguardando o momento

CRISE DE CONSCIÊNCIA


uma hora, sou uma pessoa
ora, sou uma pessoa
uma hora sou uma pessoa
outrora, outra
outra hora, outra

1:00, eis aqui uma pessoa
claro que sou uma pessoa
em um certo momento sou um tipo de pessoa
em outro momento já fui outro
em outro momento serei outro

ETERNO PASSAGEIRO


Eu hei de amar-te até o dia que morrer
Dias não morrem
Amar-te-ei até o dia em que eu morrer
Meu amor será eterno enquanto dure minha vida

Tempo, o que é um tempo?
Um tempo não existe
Existe o tempo
Ele é eterno
Então, melhor dizendo,
meu amor não será eterno enquanto minha vida durar

Pois eu, carne, sou apenas um passageiro no tempo
Meu amor há mesmo de durar até o dia que morrer
Mas dias não morrem
Meu amor é o tempo

Eterno...

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

EMERGÊNCIA

A TRÉGUA ACABOU (música)


Escuta e baixa nesse endereço (faz um CTRL C + CTRL V aí):
http://soundcloud.com/coletivo_nervozes/mcz

Valeu pela homenagem, Wagner!


Meus amigos ouçam bem
Prestem atenção
Vou falar de um cara
Que é pura
Cultura e ação
...
Ele fala do Brasil
Das coisas de nossa terra
Política, folclore, história
Arte e guerra
De um modo geral

Do carnaval
Das coisas do mundo
Moderno, dito civilizado
De como esse sistema te deixa
Alienado
De fato
Dos fatos
De miséria e status
Dos primórdios
Dos povos tupi
De amores e ódios
Sem clichês, nem pódios
Um rapper igual nunca vi
Ele torce pro SPORT
Ele é Leão do Norte
Seu nome é Vitor Pi

domingo, 18 de setembro de 2011

Zeca Baleiro feat. Vitor Pi


Registrozinho massa da galera! Valeu todo mundo! Só um informe pra não distorcer a História, o bispo Sardinha chamava-se Dom Pero Fernandes e não Dom Pero Fernando como eu cantei, hehehehe, foi uma ratada. De boa, improviso é improviso! Essa letra que eu adaptei aí é da música 'Língua geral', tá no álbum Pau-Brasil, podem baixar em www.vitorpi.com.br
Valeu!!!!!

sábado, 10 de setembro de 2011

O SEX... (parabéns, Manezinho)


Caboclo disposto, trabalho e suor
Pai de família, da família o xodó
Centro das atenções, todos ao seu redor
Rei da floresta, Tarzan e o cipó

Vai encarar? Venha ver que esse é joia
Mordeu a maçã leva um brinde, a jiboia
Não há cara e coroa, o coroa é o cara
A coroa pro rei, o cetro e sua vara

Pra saltar gerações sem pular etapas
Pra guiar satélites e traçar mapas
Lá vem o Mané, antônimo de otário

Precisou do serviço, ligou, é na chapa
Caiu no feitiço, é expresso, não escapa
O velho sex... O novo sexagenário

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

ANOMIA EDUCACIONAL (?)

PROVA ABERTA, PERGUNTA:
Como se chama o processo em que a sociedade perde o controle sobre a criminalidade?
RESPOSTA CORRETA:
Anomia social.

ACHEI ALGUMAS RESPOSTAS INTERESSANTES DE ALGUNS ALUNOS, VOU LISTAR AS QUE MAIS ME CHAMARAM A ATENÇÃO. A CRIATIVIDADE DESSA GAROTADA É DEMAIS. VEJAM AS RESPOSTAS:
Barbárie
Vulnerabilidade
Eleições
Banalidade
Impunidade
Alagoas

ALAGOAS FOI UMA RESPOSTA BEM PLAUSÍVEL, NÃO?

domingo, 7 de agosto de 2011

Interação com o irmão Tonho Crocco

Tonho Crocco reassistiu ao meu vídeo e mandou:

@tonhocrocco @fleming_al @vitor_pi Sério, ficou bom demais. O figurino, cenário, gestos, letra.. Nota 10

Logo na sequência tweetou de novo (com o endereço do meu vídeo):

"@vitor_pi: http://t.co/cBJDwRp video de @vitor_pi em reação ao q aconteceu com @tonhocrocco" Tem que ver isso povo amado..Sério.

Satisfação!

Gangue da matriz e Paraíso das águas passadas


@fleming_al @vitor_pi Sem palavras gente..Ficou FUDEROSO. Valeu o apoio.

Acima, palavras de Tonho Crocco no twitter em relação ao vídeo PARAÍSO DAS ÁGUAS PASSADAS, postado logo abaixo, que fiz pra somar na correria!!!
Sigam meu twitter e o do Crocco: @vitor_pi e @tonhocrocco


LINKS DOS VÍDEOS:
Gangue da matriz: http://www.youtube.com/watch?v=wGbIfWe4K3o

Paraíso das águas passadas: http://www.youtube.com/watch?v=pEGjo21SQlU

sábado, 6 de agosto de 2011

PARAÍSO DAS ÁGUAS PASSADAS


Se for pra assinar o B.O., eu assino! Na moral!
Não dá em nada!
A frase que aparece no final do vídeo é uma frase adaptada, por Alexandre Fleming, do livro LEI DO DESENVOLVIMENTO DESIGUAL E COMBINADO de Gerorge Novac.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Processado. Acusação: falar!


Tonho Crocco, vocal da extinta Ultramen do RS, fez um RAP em seu studio criticando os 36 parlamentares gaúchos que votaram a favor do aumento astronômico em seus salários, e conseguiram aprovar, citando seus nomes no som, agora os pilantras querem processá-lo na justiça. Processar por quê? Porque estamos falando? Qual é a acusação? É isso mesmo, Tonho. Assino o B.O. contigo, velho!

HINO DE ALAGOAS (versão)

Versão do hino de Alagoas feita por Vitor Pi & UNIDADE e produzida por Fernando Nunes. É só clicar no link abaixo e apertar o play pra curtir. Valeu!!!!!

http://www.4shared.com/audio/8OuD8mve/Hino_de_Alagoas_-_Vitor_Pirral.html

quarta-feira, 27 de julho de 2011

segunda-feira, 25 de julho de 2011

FLOR DE VESTIDO


Texto escrito pelo meu irmão, Thiago Luiz, esse bonitão aqui da foto.

Uma poesia quase sempre nunca diz nada
E como quem cala, ela até parece que quase diz tudo
É um refugio, um escudo, um esconderijo para noss’alma

Penso que se tivesse algumas horas a menos, por dia
Talvez percebesse tão mecanicamente esta vida e o seu suspirar
Mas creio que a medida do dia é como a medida da própria existência
Nascendo e morrendo assim tão depressa, senão a causa de toda sua magnitude

E quase sempre - nunca racionalizamos - mas bem à frente de nossa testa,
Ou bem abaixo de nosso nariz, está lá, uma poesia a cada pegada,
A cada tropeço e em cada vitória... bem dentro de nossa ro(e)tina
Tão profunda no nosso dia-a-dia para que consigamos deleitá-la e afagá-la

E assim, aquela flor que era para você, tacitamente se tem por rejeitada
E passa despercebida num vestido ambulante de pernas tão claras
Que talvez nunca mais te retornará.

domingo, 24 de julho de 2011

De futebol eu entendo!


No meu aniversário, mês passado, conversava com alguns amigos em Caruaru, comemorei meu aniversário lá, e discutíamos sobre a Copa América. Falou-se muito em Brasil e Argentina (sede da Copa América), mas eu disse categoricamente que o Uruguay seria campeão dessa Copa América. Ontem conversando pelo facebook com um desses amigos que estava presente nesse momento de minha "adivinhação", falei o seguinte (aqui vai a conversa do chat de ontem):

VITOR PI: eu falei o q sobre a copa america, falei q o uruguay ia ser campeão hein? domingo vamo ver, se se confirmar vou mandar um recado no face de todo mundo, seu, do diego, do jamerson e do guga só pra comprovar q de futebol eu entendo!!!!!hauahuahuahua
EDUARDO ALBUQUERQUE: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk foi fodaa heinn massa se garantiuue to torcendo por eles mesmo
VITOR PI: sei que aí ja é querer demais, além de apostar na vitoria, mas ainda mando o placar e os autores: 2X0 pro uruguay, um gol do diego forlan e outro do luisito suarez kkkkkkkkkkkkkkk
EDUARDO ALBUQUERQUE: uhhuuhhhu massaa boa aposta

O campeonato acabou agora com o Uruguay campeão. 3X0. Um gol do Suárez e dois do Forlán. O Forlán fez o terceiro gol no último segundo de jogo, só pra contrariar minha previsão (de placar, mas de autores dos gols - Suárez e o próprio Forlán - eu me garanti), ele fez o gol e o árbitro brasileiro Salvio Spinola terminou o jogo imediatamente após o gol.
Bom, rapazeada, de futebol o garoto aqui entende, viu?!

sexta-feira, 22 de julho de 2011

ROLLER BACAMARTE

Esse maluco, Elifas, é um brother das antigas de Caruaru, da época que eu morava lá, anos 90. Ele era o baterista da minha primeira banda. Tínhamos uma banda em Caruaru, eu, ele e mais alguns brothers, uma banda chamada HATPHERYS que só tirava cover (Raimundos, Planet Hemp, Rage Against The Machine etc.), foi o início da rapazeada na música, nos palcos (chegamos a fazer dois shows em Caruaru), e foi bom pra todo mundo como experiência. Esse brother aqui do vídeo desde essa época já andava de patins e hoje ele faz isso aí que vocês podem vislumbrar nesse vídeo, o cara inventou uma forma de dar mais velocidade aos patins, aliando cultura universal (patins) à cultura local (bacamarte). Muito louco! Quebra, negão!

segunda-feira, 18 de julho de 2011

OUVIDO INTERATIVO

Se liga nessa entrevista que dei ao portal OUVIDO INTERATIVO, ficou bem esclarecedora. Valeu!
http://ouvidointerativo.blogspot.com/2011/07/entrevista-vitor-pirralho.html

sexta-feira, 15 de julho de 2011

BICICLOS

Era uma vez
Um garoto chamado Pingo
Que um dia conquistou sua primeira magrela
Batizou-a de Safari
Com ela aprendeu a andar
E a amá-la
Achou que seriam inseparáveis
Até o dia em que ela travou
Safari não queria mais pedalar com ele
Desfez-se dele
Outro garoto a adquiriu
E com o novo garoto ela voltou a andar

Pingo ficou muito triste
Não queria mais compromisso com outra
Pedalou algumas outras magrelas
Sem compromisso, despretensiosamente
Mas o apego não se escolhe
Escolhe-nos, nos pega
E mais uma vez Pingo se apega
Uma nova magrela, uma linda História
Batizou-a de Monark
Várias pedaladas
Intensa na segurança
Insegura na intensidade
Mas nada que quebrasse o andamento
Até o dia que a tração começa a ficar pesada
Difícil de pedalar

Aparece uma magrela mais antiga
Mas disposta a deixar Pingo ir aonde ele queria
Para o alto
A tração desta magrela mais antiga
Apesar de mais antiga era mais leve
Talvez por isso, pela experiência
A montada foi perfeita
O encaixe, sensacional
E a pedalada na subida, fácil
Pingo decidiu ficar com ela
Batizou-a de Caloi
Mas assim mesmo não queria deixar Monark
E por um tempo conseguiu
Pedalava as duas
Até o dia em que uma delas travou
Monark não queria mais pedalar com ele
Queria-o só pra ela
Desfez-se dele

Pingo continuou pedalando
Agora apenas Caloi
Foi bem alto com ela
Mas ao chegar ao topo
Viu lá de cima
Monark lá em baixo
E o fruto da História pedalada por eles
Sentiu saudade e remorso
Pensou em novamente pedalar as duas
Mas as duas não podem ocupar o mesmo espaço
Física

Pingo pensou até em abandonar o ciclismo
Talvez adquirir um motociclo
Ele não tem mais o mesmo pique
Para conduzir tal situação
Pingo está cansado
E entende a impossibilidade física
Não quer mais se desgastar
Mas ele sabe que a vida é pedalar
A gente nunca esquece...

quinta-feira, 14 de julho de 2011

NOUTRO RITMO


Certa vez, Pingo montou uma banda
E imprimiu ao projeto um bom ritmo
Que a cada dia ia evoluindo
O começo de tudo é promissor
E a banda crescia como uma grande promessa
Destacava aonde chegava
Dava show

Pingo encabeçou toda a ideia
Sempre pensando em ir mais além
Conseguiu angariar seguidores
E recursos também
Enfim, conseguiu registrar
Gravou um álbum
Materializou, botou o boneco na pista

Porém, Pingo estava ficando maior que sua banda
Já não havia mais a mesma comunicação
Algo que o incomodava demais, por sinal
A falta de compreensão, de reconhecimento, de diálogo...
Pingo decide, então, partir para a carreira solo
Flertando aqui e ali com outras bandas
Mas, a partir de então, sempre em destaque solista

Apesar de não conseguir mais compor com sua antiga banda
Vez por outra acontecem alguns revivals
Algumas reuniões práticas, juntar e tocar
Isso deixa Pingo extasiado, nada mais de burocracia
Não que agora ele não esteja feliz, pelo contrário
Ele guarda um sentimento tão verdadeiro por aquela banda
Que prefere não estragar tudo com tantas formalidades

Mas, em se tratando de formalidade
Há uma grande, entre Pingo e a banda
Um eterno vínculo entre eles
O primeiro álbum
O que lhes rende uma dependência formal
Por mero protocolo, dividem-se os prejuízos
Por amor e gratidão, Pingo distribui os lucros

quarta-feira, 29 de junho de 2011

SALDO POSITIVO


Dia 27/06/2011, segunda-feira, Bar do Calaf, Brasilia-DF, casa lotada. Show!

quinta-feira, 23 de junho de 2011

BRASÍLIA, DIA 27. CHEGANDO!!!!!

Segunda às 21:00 - 27 de junho às 03:30
Bar do Calaf
Setor Bancário Sul, Ed. Empire center, Térreo
Brasília, Brasil


Criolina orgulhosamente apresenta: Vitor Pirralho - o canibal do RAP alagoano.
Vencedor de vários prêmios ao lado da U.N.I.D.A.D.E, Vitor Pirralho trará a prova dos nove para a próxima edição do Criolina.
Com dois discos lançados, caiu na graça da crítica e de alguns grandes nomes da música brasileira, como Ney Matogrosso, Pedro Luis e Zeca Baleiro.
Suprimamos as ideias e as outras paralisias!

Além dele, quem mantém os ânimos exaltados na mesma noite é o nosso funkman DJ Wash (Funk The System), um dos embaixadores da Black Music em Brasília, que estará em breve em mais uma turnê pelo Canadá.
Pode preparar as orelhas, os joelhos e aquele par de tênis confortável.

LISTA AMIGA:
* Pra entrar na Lista Amiga, tem que confirmar presença clicando em "Eu Vou" até a segunda-feira às 19h.
* A lista funciona até meia-noite, com entrada limitada a 100 pessoas, por ordem de chegada.
* Seu nome no Facebook deve ter alguma correspondência com um documento a ser apresentado na entrada.
* Perfis de bandas, produtoras ou qualquer tipo de instituição, além de apelidos sem correspondência com um documento, infelizmente não poderão ser identificados pelo segurança na porta da festa.

COMEMORE SEU ANIVERSÁRIO NO CRIOLINA!
Quem faz aniversário na segunda ou na terça entra de graça com direito a dois acompanhantes. Basta apresentar um documento na entrada. E ainda paga mais barato na cerveja: balde com 5 Devassas de 600ml (na comanda do aniversariante) por $25!!

Entrada:
na porta - $10 (mulheres) | $15 (homens)
na lista - $5 (mulheres) | $10 (homens)

Criolina - Toda segunda-feira no Bar do Calaf
www.criolina.com | www.bardocalaf.com.br

terça-feira, 31 de maio de 2011

ATÉ DEBAIXO D'ÁGUA


PALAVRAS DE NOSSA AMIGA ÁBIA MARPIN:
Amig@s, depois do que houve lá em casa no último dia 18, estou passando por uma fase de reconstrução! As chuvas inundaram minha casa e perdi um bocado dos meus bens materiais, mas meus bens mais especiais, a vida e meus amigos, estão e estarão sempre comigo.

Por isso, conto com ajuda de vocês! Acabo de marcar a data do show ATÉ DEBAIXO D'ÁGUA com a participação de vários artistas alagoanos, o show será dia 05 de junho, no Orákulo Chopperia Maceió, a partir das 16h. O ingresso vai custar R$ 10 e toda a renda será revertida para esta reconstrução! Abraços e até lá!

sábado, 28 de maio de 2011

sexta-feira, 27 de maio de 2011

quinta-feira, 26 de maio de 2011

BEM ADOTADO

Parabéns, irmãozinho.

Simplesmente complicado
Na mais alta graduação
Tímido exibido
Bom de canção
Maquinista instigado
Na água, no ar ou no chão
Tudo é construído
Quando passa por sua mão

Menino homem
Irmão do meu coração

terça-feira, 24 de maio de 2011

VAMO NESSA!!!!


SEXTA-FEIRA 27/05
BANGA BAR - JARAGUÁ
A melhor dupla (Vitor Pi & Don Raboo) desde Chumbinho e Bacamarte vai quebrar tudo, de novo!!!!

MINHA VIDA


minha vida, minha
sua vida, seu
sonho pesadelo...
noites de insônia
sono intermitente
sono fingido que me permite audição
que me permite o conhecimento da possibilidade de ganhar um irmão
que me permite o conhecimento da derrota
eu, um gigante caído
derrubado, batalha perdida

plenitude jamais alcançada
divisão impossível
como sou tratado...
o que me é falado...
por que ele ainda está aqui?
nada a ver
não está mais aqui quem ouviu
porque ele está cansado

domingo, 8 de maio de 2011

ASTRO RAINHA

Poema em homenagem às mães. Especificamente Ivone, Suemi e Suedi.

Mães à obra, mães na massa
Mestras em serviços gerais
Funcionárias do planeta Terra
Transladam nossa vida fugaz

Em um movimento infinito
Em torno do astro rainha se faz
Príncipes e princesas uterinos
Mama, mãinha, minha paz

Filhas da mãe, da mãe natureza
Semeiam a vida como camponesas
E o mundo todo se torna capaz

Mas incapazes somos
De vivermos autônomos
Sem um cafuné, um chamego ou cartaz

quinta-feira, 28 de abril de 2011

VEM COISA BOA POR AÍ


"Ney recebeu a reportagem da Revista do Brasil em sua cobertura no bairro do Leblon, no Rio de Janeiro. Conversou sobre tudo, com a habitual franqueza." E soltou essa:

RB: Essa é outra característica marcante de sua carreira. Você sempre gravou canções de novos compositores. É um cantor generoso.
NEY: Gravo músicas de novos compositores por necessidade, e não por generosidade. Não componho e a maioria dos grandes compositores grava as próprias canções. Não posso me dar ao luxo de depender apenas de um grupo. Nem quero. É claro que tenho o maior prazer de divulgar o trabalho de alguém que está começando, batalhando, mas meu critério de escolha passa sempre pela qualidade. Eu ouvi, outro dia, um trabalho maravilhoso de um cantor de rap alagoano sensacional.

RB: Qual o nome dele?
NEY: Vítor Pirralho.

RB: Vítor Pirralho?
NEY: Sim. Descobri o menino por acaso. Estava no hotel em Maceió e comecei a ler uma matéria sobre ele no jornal da cidade. É um professor de Literatura que faz rap-repente antropofágico de origem afro-indígena.

RB: Rap-repente antropofágico de origem afro-indígena?
NEY: É (risos). Achei diferente. Primeiro, o rap dele não explora a temática do favelado. Começa por aí. Ele faz rap partindo do ponto de vista do índio, da antropofagia. Achei a ideia genial e pedi ao meu produtor que entrasse em contato com o Vítor. Ele apareceu à tarde no hotel, com seu disco, que também é muito forte musicalmente. Já escolhi uma canção para meu próximo trabalho.

Para ler a entrevista completa acesse:
http://www.fatoexpresso.com.br/2011/04/19/ney-matogrosso-ele-quer-ser-bandido/

sexta-feira, 22 de abril de 2011

TODO DIA É TANTO (bote fé)

Na semana santa, minha demontração de fé: só acredito vendo!

Levei-te ao natal
Você nem me viu
Depois, carnaval
O bloco não saiu

Cinzas tentativas
Antes coloridas
Em cores tão vivas
Agora duvidas

Na semana santa
Eu quero vermelho
Sem chá de planta
Ou divino conselho

Sincretismo do riacho doce
Adentrando o oceano salgado
Quem te vai, quem te fosse?
Calmo riacho ou mar agitado?

Sou o europeu indiano
O plebeu clerical, a micose
Sou índio do luxo africano
A ressurreição, outra dose

terça-feira, 19 de abril de 2011

quarta-feira, 6 de abril de 2011

domingo, 3 de abril de 2011

PERFIL

Quem sou eu?
Boêmio, um amante,
poeta, um intelectual nervoso,
neto, filho, sobrinho, irmão,
pai da Tarsila.
O resto diz respeito a avaliações e conclusões alheias.

Quem não me conhece que me venda,
quem me conhece que me compre.

quarta-feira, 2 de março de 2011

VOTEM EM VITOR PIRRALHO E UNIDADE!!!!!


Em 2011 acontece a 18ª edição do Prêmio Multishow de Música Brasileira. A escolha dos vencedores acontece em três etapas. Na primeira, o público escolhe, nas onze categorias, os destaques nacionais de 2010. A primeira fase se inicia no dia 23 de fevereiro e se encerra às 19h do dia 22 de maio.
Acessando o link http://multishow.globo.com/Premio-Multishow-2011/Vote/ você terá acesso a esta página abaixo:

Você só precisa escrever vitor pirralho nos campos em branco das categorias MELHOR CANTOR, MELHOR GRUPO, MELHOR SHOW e REVELAÇÃO e votar. Pronto. Pode também sugerir nossa banda no campo EXPERIMENTE, escrevendo também vitor pirralho.
VOTA AÍ, GALERA!!!!!!!!
Valeu!!!!

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

NOVO ANO... VELHAS IDEIAS...

ACHEI UM ARQUIVO DE 2006, UMA ENTREVISTA CONCEDIDA AO BARTOLOMEU DRESCH, NA QUAL EU RESPONDO ALGUMAS PERGUNTAS SOBRE O LANÇAMENTO AINDA DO NOSSO PRIMEIRO DISCO E SOBRE O MOVIMENTO HIP HOP, GERAL E LOCAL. AS MESMAS PERGUNTAS E DESDE SEMPRE AS MESMAS RESPOSTAS SOBRE A SITUAÇÃO DESAGRADÁVEL QUE É VIVER SOZINHO NO MEIO DA MULTIDÃO. OS COMENTÁRIOS SOBRE O MEU DISCURSO, QUE SEMPRE FOI CONVICTO (É SÓ COMPARAR ENTREVISTAS ANTIGAS, COMO ESSA, COM ATUAIS), TAMBÉM SEMPRE FORAM OS MESMOS. DEMASIADAMENTE INTERESSANTES:

COMENTÁRIOS:
Redação, me poupe, aonde esse cara é hip hop, concordo plenamente com esses comentarios abaixo.
Wilsinho - 15/01/2008 21h03

Musica de favela? de periferia? aonde? a musica de dele nao é hip hop, nao representa a periferia em nada. musica pra culto, na quebrada nao faz sucesso nao. nao tem nada a ver com a quebrada, nao é hip hop!!!
Euvira Assunção - 03/01/2008 22h25

VCS JORNALISTAS DEVERIAM ESTUDAR MAIS ANTES DE ABORDAR UM ASSUNTO, O PIRRALHO NUNCA FOI HIP HOP, SE ELE SE INTITULA NAO IMPORTA. O HIP HOP É UMA JUNÇÃO DE ELEMENTOS E NAO UM TIPO DE MUSICA. ELE DIZ QUE TRABALHA O SOCIAL, AONDE? O NORDESTE É MUITO FORTE NA CULTURA HIP HOP, NAO AQUI EM AL, MAS NA BAHIA, NO CEARA, EM PE POR EXEMPLO, EU TIVE NO ENCONTRO NORDESTINO E VI. O HIP HOP TA EM AL, MAS NAO POR PIRRALHO, O RAP TA AQUI O BREAK, O GRAFFITE, MAS DIZER QUE VITOR PIRRALHO É HIP HOP TENHA PACIENCIA
Periférico - 31/12/2007 18h36

ASSISTAM À ENTREVISTA EM: http://www.alagoas24horas.com.br/conteudo/?vCod=13441

Nunca disse que sou da periferia e nunca disse que sou rapper, MC, ou qualquer coisa do gênero. Sou músico, poeta, sem limites, não faço parte de religião ou seita, principalmente se tal instituição tiver o nome HIP HOP. Eu não faço parte disso, eu faço uso disso, já cansei de dizer.
Mas mesmo assim o playboy aqui agradece aos tão engajados, esclarecidos, periféricos e ignorantes ("musica pra culto, na quebrada nao faz sucesso nao") que postaram os comentários acima. Tão conhecedores da minha vida... Comovem-me com declarações tão fundadas... Amém, irmãos!

Largue essa bíblia
Fale a própria língua
E cure essa íngua
Que tanto prejudica
Mas se você não se cansa
Cultive esse câncer
Wilsinho, Euvira, Periférico
No próximo show eu mando ingressos
Minha assessoria os avisa
APLAUSOS