sexta-feira, 22 de abril de 2011

TODO DIA É TANTO (bote fé)

Na semana santa, minha demontração de fé: só acredito vendo!

Levei-te ao natal
Você nem me viu
Depois, carnaval
O bloco não saiu

Cinzas tentativas
Antes coloridas
Em cores tão vivas
Agora duvidas

Na semana santa
Eu quero vermelho
Sem chá de planta
Ou divino conselho

Sincretismo do riacho doce
Adentrando o oceano salgado
Quem te vai, quem te fosse?
Calmo riacho ou mar agitado?

Sou o europeu indiano
O plebeu clerical, a micose
Sou índio do luxo africano
A ressurreição, outra dose

Nenhum comentário:

Postar um comentário