quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

NOVO ANO... VELHAS IDEIAS...

ACHEI UM ARQUIVO DE 2006, UMA ENTREVISTA CONCEDIDA AO BARTOLOMEU DRESCH, NA QUAL EU RESPONDO ALGUMAS PERGUNTAS SOBRE O LANÇAMENTO AINDA DO NOSSO PRIMEIRO DISCO E SOBRE O MOVIMENTO HIP HOP, GERAL E LOCAL. AS MESMAS PERGUNTAS E DESDE SEMPRE AS MESMAS RESPOSTAS SOBRE A SITUAÇÃO DESAGRADÁVEL QUE É VIVER SOZINHO NO MEIO DA MULTIDÃO. OS COMENTÁRIOS SOBRE O MEU DISCURSO, QUE SEMPRE FOI CONVICTO (É SÓ COMPARAR ENTREVISTAS ANTIGAS, COMO ESSA, COM ATUAIS), TAMBÉM SEMPRE FORAM OS MESMOS. DEMASIADAMENTE INTERESSANTES:

COMENTÁRIOS:
Redação, me poupe, aonde esse cara é hip hop, concordo plenamente com esses comentarios abaixo.
Wilsinho - 15/01/2008 21h03

Musica de favela? de periferia? aonde? a musica de dele nao é hip hop, nao representa a periferia em nada. musica pra culto, na quebrada nao faz sucesso nao. nao tem nada a ver com a quebrada, nao é hip hop!!!
Euvira Assunção - 03/01/2008 22h25

VCS JORNALISTAS DEVERIAM ESTUDAR MAIS ANTES DE ABORDAR UM ASSUNTO, O PIRRALHO NUNCA FOI HIP HOP, SE ELE SE INTITULA NAO IMPORTA. O HIP HOP É UMA JUNÇÃO DE ELEMENTOS E NAO UM TIPO DE MUSICA. ELE DIZ QUE TRABALHA O SOCIAL, AONDE? O NORDESTE É MUITO FORTE NA CULTURA HIP HOP, NAO AQUI EM AL, MAS NA BAHIA, NO CEARA, EM PE POR EXEMPLO, EU TIVE NO ENCONTRO NORDESTINO E VI. O HIP HOP TA EM AL, MAS NAO POR PIRRALHO, O RAP TA AQUI O BREAK, O GRAFFITE, MAS DIZER QUE VITOR PIRRALHO É HIP HOP TENHA PACIENCIA
Periférico - 31/12/2007 18h36

ASSISTAM À ENTREVISTA EM: http://www.alagoas24horas.com.br/conteudo/?vCod=13441

Nunca disse que sou da periferia e nunca disse que sou rapper, MC, ou qualquer coisa do gênero. Sou músico, poeta, sem limites, não faço parte de religião ou seita, principalmente se tal instituição tiver o nome HIP HOP. Eu não faço parte disso, eu faço uso disso, já cansei de dizer.
Mas mesmo assim o playboy aqui agradece aos tão engajados, esclarecidos, periféricos e ignorantes ("musica pra culto, na quebrada nao faz sucesso nao") que postaram os comentários acima. Tão conhecedores da minha vida... Comovem-me com declarações tão fundadas... Amém, irmãos!

Largue essa bíblia
Fale a própria língua
E cure essa íngua
Que tanto prejudica
Mas se você não se cansa
Cultive esse câncer
Wilsinho, Euvira, Periférico
No próximo show eu mando ingressos
Minha assessoria os avisa
APLAUSOS

2 comentários:

  1. Tava na hora de jogar um post ae ne fi da pexte .. hahahha e veio envenenado !

    ResponderExcluir
  2. Panzon mixpanzon@hotmail.com7 de abril de 2011 08:35

    Fala ae mr. Pi, teu som é rua e a rua é rap... Sempre vão aparecer pessoas querendo desestimular a caminhada, muitas vão surgir, mas nenhuma delas com eficiencia... Teu som é muito da hora e continue assim!

    Panzon.

    ResponderExcluir